Travel News

Clia já trabalha na próxima temporada

PANROTAS / Laura Enchioglo

Marco Ferraz, presidente da Clia

A próxima temporada de cruzeiros, de 2024/2025, terá um navio a menos do que a temporada atual, 23/24. A Clia (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos) já trabalha para preencher esse gargalo, mas os altos custos podem distanciar outros navios do Brasil.

O principal ponto para barrar esse movimento é reduzir custos, conforme explica Marco Ferraz, presidente da Clia Brasil, ao Portal PANROTAS. “Estamos trabalhando o quanto antes. Precisamos reduzir custos e conquistar mais destinos, mas a próxima temporada também promete ser promissora, tanto quanto a atual”.

A Clia já trabalha em conquistar novos destinos de parada de cruzeiros. Os principais são Ilha do Mel (PR) e Vitória, capital do Espírito Santo. No segmento de luxo, uma parada que também está sendo trabalhada é Fernando de Noronha (PE).

Segundo Ferraz, o fomento de novas paradas é fundamental para que cruzeiristas recorrentes se interessem em conhecer novos lugares, além de fomentar o Turismo no local.

EUA e Europa são destaque

Segundo o presidente, a temporada de cruzeiros nos Estados Unidos e Europa, que ainda não começou, é promissora, com vendas aumentando exponencialmente.

A temporada atual de embarques na América do Sul, que inclui o Brasil, está “vendendo super bem, com navios cheios e uma oferta bem recebida pelo mercado”, explica Ferraz. Agora, é se preparar para uma temporada que pode ser recorde.

Perse e o segmento de cruzeiros

Marco Ferraz e a Clia estão trabalhando a questão do Perse (Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos) junto ao governo, numa tentativa de derrubar a MP 1202/2023, que pede o encerramento do Programa, caso ela avance.

Neste mês, o presidente da Clia esteve em Brasília numa manifestação do setor de Turismo pela manutenção do Perse. “Não podemos ter insegurança jurídica. O Perse foi uma conquista do setor junto ao Congresso e trouxe uma compensação do que foi o impacto pandemia. Não podemos nem imaginar sua interrupção”, aponta Ferraz.

Adrian Ursilli, diretor geral da MSC no Brasil e presidente do Conselho da Clia Brasil, também comentou o assunto. Segundo ele, o Brasil vive muitos gargalos no segmento de cruzeiros, e a interrupção do Perse apenas se somaria aos “inúmeros problemas” do setor, entre eles altos custos de operação.

Cruise360 tem sua primeira edição no Brasil

Evento da Clia global que já percorreu Estados Unidos, Austrália e Europa, o Cruise360 tem sua primeira edição no Brasil neste final de semana (24 e 25 de fevereiro) em Santos (SP). Com capacitações a bordo e painéis sobre diversos temas que cercam os cruzeiros, o encontro reuniu mais de 200 agentes de viagens, que agora saem mais capacitados para vender cruzeiros.

“Temos trabalhado há alguns anos para fazer este evento no Brasil. A ideia é trazer o agente de viagens para mais perto da gente, sejam aqueles que já vendem cruzeiros ou os que estão começando agora”, explica o presidente da Clia.

A escolha de Santos não é à toa: ele é o principal ponto de embarque de cruzeiros no Brasil. “Escolhemos Santos por ser o principal porto de embarque, com navios no final de semana para agentes entenderem a atmosfera do ambiente. Muitos aqui nunca tinham entrado em um navio”, conta Ferraz.

Os dois dias de evento contaram com uma programação recheada de conteúdos. No sábado (24), a parte da manhã deu espaço para uma visita técnica no MSC Grandiosa, maior navio da temporada no Brasil, que pode receber até 6,3 mil hóspedes.

A parte da tarde foi contemplada por diversas palestras, com participações de Norwegian Cruise Line Holdings, MSC, Costa Cruzeiros, Krooze e mais. No domingo, a programação da manhã contou com palestras mais técnicas sobre dicas de vendas e redes sociais. Os painéis foram encerrados com uma apresentação de Marco Ferraz, depois, os agentes seguiram para um almoço e uma visita técnica ao Costa Diadema.

About author

Articles

Hudson, the travel scribe, paints the world with his words. His tales are a passport to unseen places, his passion, the compass guiding his journeys. From the rhythm of city life to the tranquility of nature, he weaves narratives that are not just travelogues, but love letters to exploration and storytelling.
Related posts
Travel News

American Revolution began 249 years ago: Here are 5 overlooked tourist spots about fight for independence

The grand events and oft-told tales of the American Revolution are easy to find among sprawling…
Read more
Travel News

Fazenda deve aceitar custo de R$ 15 bi para PERSE

Divulgação Fernando Haddad, ministro da Fazenda O Ministério da Fazenda sinalizou que está…
Read more
Travel News

Greece sightseeing travel guide: ancient ruins, rugged mountains, and Mediterranean waters

Greece has long been a wildly popular tourist destination for Americans and Europeans alike. Here…
Read more
Newsletter
Become a Trendsetter
Sign up for Davenport’s Daily Digest and get the best of Davenport, tailored for you. [mc4wp_form id="729"]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *